DÁ PARA ACREDITAR?

 

Cidade italiana proíbe peixes em aquários redondos

(ref.: Ananova.com)

 

A cidade italiana de Monza, proibiu seus habitantes de manter peixes ornamentais em aquários redondos. O conselho da cidade acredita que os peixes mantidos em tal tipo de aquário terão uma visão " distorcida da realidade". Giampietro Mosca, um dos membros do conselho, declarou: "Um peixe mantido em um aquário redondo (esférico) tem uma visão distorcida da realidade e sofre por causa disto. Além disto, um recipiente deste tipo geralmente não tem um filtro e não permite oxigenação boa da água, tal como acontece nos aquários retangulares."

A nova lei que, está entrando em vigor, também proíbe a venda de frangos coloridos em feiras. O uso de pequenos animais com prémios em competições também constituirá crime.

Segundo Sr. Mosca "as novas leis " foram projetadas para educar os jovens sobre tratamento correto de animais. Voces não tem idéia dos problemas de higiene causados por animais e pessoas morando juntos e não queremos mais ver os animais sendo tratados como objetos."

Em Monza há pelo menos 15 mil cachorros (em uma população de 120 mil habitantes).

 
Ladrão é preso depois de perder dente na cena do crime

(fonte: Estadão)

Estocolmo - A polícia sueca deteve um homem que assaltou uma lanchonete no sul da Suécia depois de encontrar um implante dentário do suspeito caído na cena do crime. O dente postiço continha o número de identificação de seguridade social do suspeito.

Depois de tomar conhecimento da evidência que pesava contra ele, o homem de 43 anos confessou ter invadido a lanchonete de um hospital na cidade de Karlshamn, 600 quilômetros ao sul de Estocolmo, conforme publicou  em 6/02/05 o jornal Kristianstadsbladet.

Em seu depoimento à polícia, o homem contou que quis sair rapidamente da lanchonete depois de não encontrar nada de valor e acabou perdendo o implante dentário na fuga. 

 

Sobre os cangurus

Quando os conquistadores ingleses chegaram à Austrália já se assustaram ao ver estranhos animais que davam saltos incríveis. Imediatamente chamaram um nativo local e pergunta­am qual o nome do bicho. O índio sempre repetia "Kan Ghu Ru" e rapidamente o termo foi adaptado para o inglês "Kanguroo"(canguru). Tempos depois lingüistas determinaram o significado da palavra, que era muito claro: os nativos queriam dizer "Não te entendo".